• Monique Costa

Schlaf: pesadelos entre gerações

Sonhos e pesadelos sempre estiveram muito presentes dentro do cinema de terror, o que é justificável, visto que são ambientes seguros para darmos vazão aos nossos maiores medos e angústias. E é justamente desse mundo onírico que o diretor alemão Michael Venus se aproveita em seu ambicioso longa de estreia Schlaf, lançado em 2020.


Com roteiro de Thomas Friedrich, a história é protagonizada por Mona (Gro Swantje Kohlhof), uma jovem que amadureceu cedo demais para cuidar de sua mãe, Marlene (Sandra Hüller), que sofre com constantes pesadelos, os quais ela acredita serem reais. Sua crença ganha ainda mais força quando ela encontra nas páginas de uma revista a foto e localização do hotel que está sempre presente em suas noites de sono.


E em uma tentativa de conseguir respostas e sanar o mal que a assombra, Marlene decide visitar o isolado e grandioso hotel, sem imaginar que o que a espera pode ser mais do que ela pode aguentar, ficando para Mona o desafio de descobrir o que está perseguindo sua família e os segredos escondidos na opressiva região rural de Stainbach.



Um dos pontos positivos do filme é estabelecer rapidamente seu território, fornecendo ao espectador as informações necessárias para se situar na narrativa sem parecer expositivo. Em menos de 20 minutos já estamos acompanhando Mona em sua jornada de descoberta, com uma bagagem considerável sobre as personagens principais e suas motivações.


Outro destaque se dá na própria localização do hotel, que mesmo com boa iluminação e cenas ambientadas durante o dia, ainda consegue causar grande incômodo e claustrofobia com sua densa floresta aos arredores, e decoração rústica e sóbria no interior. E algo similar acomete os moradores da região, que aparentam simpatia e cordialidade, mas sem deixar de lado a impressão de que estão escondendo algo aterrador.


E mesmo sem fugir completamente de alguns tropos do gênero, Schlaf surpreende ao expor sua própria interpretação sobre a mitologia dos druden (espíritos comumente associados a pesadelos) e a própria história alemã, enquanto revela a intensa e complexa trajetória de mulheres em busca de autoconhecimento e reparação. Uma escolha interessante para os entusiastas de folk horror e tramas psicológicas.


Schlaf (2020)


IMDb | Rotten Tomatoes | Letterboxd | Filmow

Direção Michael Venus

Duração 1h42min

Gênero(s) Terror, Drama

Elenco Gro Swantje Kohlhof, Sandra Hüller, Agata Buzek +


14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo