• Allan Azevedo

Hellraiser: Renascido do Inferno - Clive Barker

Posso afirmar que simplesmente adorei o livro do início ao fim. Eu não consegui largar a leitura antes de terminá-la. A escrita de Clive Barker é muito envolvente e me deixou extremamente curioso para saber logo como a história terminaria.


Só acho necessário o pequeno aviso de que Hellraiser traz descrições muito gráficas de atos de violência e tortura, sadomasoquismo, traição, muito sangue, suspense e situações bem desconfortáveis. Clive Barker descreve tão bem as cenas e ambientes que você quase consegue sentir o cheiro de carne morta através das palavras – é impressionante.


A história tem como protagonista Frank Cotton e a sua busca desenfreada por prazer. Após pensar já ter esgotado todas as possíveis fontes de prazer carnal conhecidas, ele passa a buscar algo mais, apostando todas as suas fichas para tentar encontrar e desvendar o quebra-cabeça da misteriosa caixa de Lemarchand que o levará, segundo a lenda, a prazeres nunca experimentados por humanos.



Com todo o ritual armado em seu quarto e depois de muito tentar, finalmente, Frank consegue abrir a desejada caixa que lhe proporcionaria as sensações mais profundas e inimagináveis. Quando consegue, ele fica frente a frente com entidades ligadas à Ordem de Gash, também conhecidas por Cenobitas. Neste momento é tarde para arrependimentos.


O prazer para esses seres deformados e de aparência horrenda tem um significado totalmente diferente da definição de prazer dos humanos, sendo assim, Frank passa por uma experiência, praticamente incompreensível de prazer e dor. Em seguida os seres conjurados transportam o responsável pela abertura da caixa de Lemarchand para uma dimensão paralela onde não há nenhum limite entre o prazer e a dor extrema.


Mal chega à dimensão dos Cenobitas e Frank já percebe que nada seria como ele havia imaginado e aprende que, para os Cenobitas, o prazer está ligado exclusivamente à dor. Todas as suas sensações e percepções – sonoras, visuais, sensitivas, etc. – chegam a um nível extremo de sensibilidade, iniciando assim toda a jornada de tortura pela qual iria passar ao longo de toda sua vida.


Tempos depois, Rory, irmão de Frank, sem qualquer conhecimento dos fatos ocorridos, decide viver na antiga casa da família com sua esposa Julia. Após sentir-se estranhamente atraída pelo desconfortável e inquietante "quarto úmido", Frank consegue fazer contato com a cunhada e dar-lhe instruções para trazê-lo de volta a nossa realidade, em ações que envolvem muito derramamento de sangue e sacrifícios.



O enredo criado por Clive Barker é repleto de cenas aterrorizantes, sendo talvez, uma leitura ideal e imprescindível para fãs do gênero de horror. O livro possui 160 páginas apenas, é uma história que vai direto ao ponto, mas que mesmo assim, consegue nos envolver nas entranhas de seus terríveis acontecimentos.


Hellraiser é uma obra obrigatória para os amantes do terror, inclusive para quem já assistiu aos filmes, ele dá uma maior dimensão sobre o início da jornada dos humanos pelo prazer e dor que os Cenobitas têm para oferecer, trazendo assim uma experiência muito mais intensa! Mas e você? Já leu o livro? Gosta do gênero? Conta pra gente nos comentários deste post ou através das nossas redes sociais!

Hellraiser: Renascido do Inferno

DarkSide Books


Autor Clive Barker

Tradução por Alexandre Callari

Ano da Edição 2015

Páginas 160


Posts recentes

Ver tudo

Jumbo